Filtro do ar-condicionado: por que você precisa trocá-lo com frequência?

Você sabia que não limpar o filtro do ar-condicionado do seu carro pode aumentar o consumo de combustível e ainda reduzir a potência do seu veículo?  

Pois é, a verdade é que a falta de manutenção adequada nesta parte do veículo pode comprometer, e muito, a saúde dos ocupantes e até mesmo o desempenho do seu carro.  

Trabalhando com um filtro sujo, o sistema de ar-condicionado do seu veículo acaba cobrando muito mais da bateria para atingir determinada temperatura, já que ele precisará ficar ligado por mais tempo e com maior potência.  

Em consequência disso, rodar com o filtro do ar-condicionado sujo implica em maior gasto de combustível e maior consumo da bateria, o que prejudica o desempenho do veículo e ainda aumenta o desgaste de diferentes partes internas do carro.  

E acredite, esse é apenas um dos motivos pelos quais é tão importante manter o filtro do ar-condicionado sempre em dia.  

Quer saber mais sobre a importância do filtro do ar-condicionado do seu veículo e aprender como trocá-lo de forma segura e correta? Então acompanhe nosso artigo e confira todos os detalhes sobre esse importante componente veicular. Confira. 

Por que é tão importante cuidar do filtro do ar-condicionado do seu carro?

A limpeza e manutenção dos filtros automotivos são rotinas que, regularmente, são ignoradas por proprietários e motoristas. No entanto, essa prática se torna muito prejudicial, afinal, como uma peça fundamental para o seu veículo, o filtro do ar-condicionado, como o próprio nome já diz, serve para filtrar o ar que entra na cabine.  

Aliás, também conhecida como filtro de cabine, essa peça desempenha a importante função de impedir que as impurezas captadas pelo sistema de ar, que vem da rua, sejam aspiradas pelo motorista e pelos passageiros, bloqueando a entrada de sujeira, microrganismos e poeira.  

Com isso, além de ser importante para a saúde do próprio veículo, como citamos acima, o filtro do ar-condicionado também é muito importante para a saúde dos ocupantes do carro, principalmente quando falamos de longas viagens.  

De modo geral, o ar que você respira dentro do carro passa por esse componente e, quanto mais sujo ou velho ele estiver, pior será a qualidade do ar no interior do veículo. 

Em outras palavras, a sujeira acumulada causa uma obstrução no filtro, o que resulta em um fluxo menor (e mais sujo) de ar enviado para a cabine, e isso acaba prejudicando todos os ocupantes do veículo.  

Além disso, um filtro sujo também aumenta o risco de proliferação de microrganismos que se alimentam e se desenvolvem na sujeira acumulada e passam a circular livremente na cabine.  

Tudo isso aumenta bastante as chances de os ocupantes do veículo contraírem (ou piorarem) quadros de doenças respiratórias, como sinusite, bronquite, rinite e muitas outras.  

Outra desvantagem de manter o filtro do ar sujo, como citamos no começo, é o aumento no consumo de combustível.  

Sim, pode parecer absurdo, mas esse componente pode interferir não só no desgaste da bateria, como também no consumo de combustível, impactando diretamente no bolso do motorista.  

Isso porque, quando o filtro está sujo demais, o sistema de ar-condicionado não consegue alcançar a potência ideal para climatizar o automóvel rapidamente, ou seja, a sujeira em excesso faz com que o propulsor precise de mais força para puxar o ar do ambiente externo, aumentando a quantidade de combustível exigida para desempenhar essa tarefa.  

Além disso, o carro perde potência e pode acontecer de as impurezas chegarem até o motor, causando danos às peças e diminuindo a vida útil dos componentes internos.  

Com tudo isso, fica claro como não faltam motivos para você se preocupar em deixar o filtro de cabine sempre limpo e em bom estado, não é mesmo? Por isso, é importante saber como limpar adequadamente essa peça, além, é claro, de aprender a trocá-la com segurança.  

Aprendendo a limpar e trocar o filtro do ar-condicionado do veículo

Antes de fazer a limpeza ou a troca desse importante componente, é necessário encontrar o filtro de ar-condicionado, cuja localização muda conforme o fabricante do veículo. 

Na maior parte dos automóveis, essa peça fica dentro da cabine, embaixo do painel ou atrás do porta-luvas. Porém, ela também pode estar no compartimento do motor, dependendo do modelo e das especificações do carro.  

De todo modo, se você não consegue identificar facilmente onde fica o filtro do seu veículo, consulte o manual do fabricante e confirme a informação. 

Limpando o filtro de ar-condicionado do seu veículo

Com relação à limpeza desta peça, a recomendação geral é que ela seja feita, em média, pelo menos uma vez a cada seis meses.  

Depois de identificar onde está localizado o filtro, você deve removê-lo com cuidado e retirar, com um pano seco, a sujeira mais aparente. Depois, utilize um aspirador de pó para remover todo o restante, observando bem para garantir uma limpeza efetiva.  

Em seguida, use uma escova macia ou um pano úmido apenas com água para remover, com suavidade, qualquer sujidade mais permanente. Nesta etapa é importante ser cuidadoso para não danificar as pregas do filtro. 

Por fim, você pode utilizar um spray de limpeza destinado justamente para os filtros de cabine. Em caso de dúvida, leia atentamente as instruções de uso na embalagem.  

Lembrando que manter a regularidade na limpeza do filtro é muito importante, já que, além de garantir a saúde dos ocupantes do veículo, essa prática também pode evitar impactos no bolso do motorista.  

Isso porque, quando o proprietário não tem o cuidado de fazer as limpezas periódicas, pode ser que nem mesmo a troca do filtro seja suficiente, pois bactérias e fungos podem se acumular no componente e acabar comprometendo todo o sistema de ar-condicionado, exigindo uma limpeza completa e profissional. 

Trocando o filtro de ar-condicionado do seu veículo

Quando você faz a limpeza do seu filtro e ele retorna para a coloração de origem, que é branca, isso significa que a peça está intacta e pode ser reinstalada sem problemas.  

Porém, se depois da limpeza você observar que o filtro apresenta manchas escurecidas, resíduos, partículas visíveis de poeira ou está muito degradado, é sinal de que ali se encontram bactérias. Então o ideal é realizar a troca. 

De modo geral, a troca do filtro é feita geralmente entre 20 mil km a 40 mil km rodados, mas é recomendado que seja feita anualmente, mesmo não atingindo tal quilometragem.  

Para isso, é só se dirigir a uma unidade d’O Baratão e adquirir a peça correta facilmente, realizando a troca com rapidez e segurança.  

Na loja O Baratão, você encontra uma variedade de filtros automotivos, peças e componentes para os mais diversos modelos de veículos. Por isso, conte com O Baratão para adquirir seus produtos e invista na melhor qualidade de recursos para o seu veículo.  

Entre em contato através de um dos nossos canais de atendimento, como o Fale Conosco ou WhatsApp, ou encontre O Baratão mais perto de você